sexta-feira, 20 de março de 2020

Pressionada por deputados, Assembleia estuda adotar votações à distância

Pressionada pelos deputados, a Mesa Executiva da Assembleia Legislativa estuda a possibilidade da implantação de um sistema de votação remota, ou seja, que as sessões possam ser realizadas de modo virtual e que os deputados analisem os projetos de lei em todas as suas fases através de votações com smartphones ou outros equipamentos. 

Ontem, após uma reunião com os parlamentares, a cúpula da Casa decidiu manter as sessões plenárias apesar do agravamento da crise do coronavírus, e de muitos deputados defenderem a suspensão das votações para evitar o risco de proliferação da doença. Na sessão de hoje vários deputados voltaram a defender a paralisação dos trabalhos, lembrando que o Congresso já decidiu ontem adotar um sistema de votação à distância.

Entre os parlamentares que se pronunciaram nesse sentido hoje estão a deputada Maria Victória (PP), e Emerson Bacil (PSL). O ex-secretário da Saúde, deputado Michele Caputo (PSDB), que já havia defendido a suspensão das sessões ontem, reafirmou sua posição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário