quarta-feira, 18 de março de 2020

Mesa Diretora da Câmara Municipal de Laranjeiras do Sul comunica Sessão FECHADA e Suspensão de atividades coletivas nas dependências da Casa de Leis

Visando evitar a propagação do Coronavírus (COVI-19), a Câmara de Laranjeiras do Sul através da Mesa-Diretora formalizou nesta quarta-feira, 18, algumas medidas temporárias de prevenção, com objetivo de preservar a saúde de todos que frequentam a sede do Poder Legislativo. A vigência se dará por prazo indeterminado.

Nesse período o trabalho administrativo será realizado normalmente, restringindo apenas o atendimento ao público. Dessa forma, a população poderá solicitar informações através dos seguintes canais de comunicação: por telefone (42) 3635-6861 e por e-mail: camara@cmls.pr.gov.br.

As sessões também serão fechadas ao público, devendo comparecer ao ato apenas os vereadores e servidores convocados, sendo mantidas as transmissões ao vivo na página da Câmara de Laranjeiras no Facebook.

Outras medidas tomadas foram:

- Apenas terão acesso à Câmara de Laranjeiras do Sul os vereadores, servidores, agentes públicos de entidades e órgãos públicos, fornecedores e empregados que prestam serviços à Casa;

- A intensificação e frequência da limpeza e desinfecção dos banheiros nas torneiras, válvulas de descargas, trincos/maçanetas de portas, superfícies e itens de uso compartilhado;

- A recomendação do sistema de trabalho remoto para aqueles se enquadram nos seguintes grupos de risco: com idade igual ou superior de 60 anos; imunodeprimidos, portadores de doenças crônicas ou que tenham realizado intervenção cirúrgica ou tratamento de saúde que causem diminuição da imunidade e gestantes;

- Fica suspensa a realização, nas dependências da instituição, de eventos coletivos, não diretamente relacionados às atividades legislativas do plenário e das comissões;

- Fica suspensa a autorização para parlamentares e servidores participarem de cursos presenciais externos e realizarem missões oficiais para locais onde houve infecção por COVID-19, conforme lista do Ministério da Saúde;

- Ficam estes servidores cientes de que o trabalho remoto deve ser desenvolvido da residência, não podendo servir-se desta possibilidade para uso do tempo de forma particular, sob pena de sofrer penalidades legais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário