sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

QUEDAS DO IGUAÇU NO FANTÁSTICO - Suposto esquema de Corrupção é descoberto ....

Segundo informações divulgadas em uma página no Facebook, a cidade de Quedas do Iguaçu será palco de uma reportagem do Fantástico neste domingo (16), segundo as informações políticos da cidade estão envolvidos em um grande esquema de desvio e lavagem de dinheiro, confira abaixo a reprodução do texto divulgado nas redes sociais.

#URGENTÍSSIMO | #ESCÂNDALO_DE_CORRUPÇÃO EM MATÉRIA DO FANTÁSTICO DO PRÓXIMO DOMINGO (16), PARTIDO PROS (90), QUE EM QUEDAS DO IGUAÇU  TEM COMO PRINCIPAL LIDERANÇA A PREFEITA CASSADA MARLENE REVERS, ESTÁ ENVOLVIDO EM UM GRAVÍSSIMO ESQUEMA DE CORRUPÇÃO MILIONÁRIO A PARTIR DO FUNDO PARTIDÁRIO.

Marlene Revers (PROS), Rodolfo Revers (PSB) e Vitório Revers (PSDB), que juntos tem mais de 50 milhões de Reais em patrimônio, há poucos dias estavam se reunidos com o deputado federal Toninho Wandscheer (PROS).

São muitas as investigações envolvendo siglas diferentes que comprovam o mau uso dos dois fundos. Algumas têm como protagonistas o Partido Republicano da Ordem Social, o Pros, e seu fundador o presidente, Eurípedes Gomes de Macedo Júnior.

A mais recente está narrada em um relatório ao qual Crusoé teve acesso e que resume as descobertas de um inquérito com 1.100 páginas concluído em dezembro e recém-enviado à Justiça Federal.

O relatório ilustra como os milhões de reais do fundo eleitoral servem para enriquecer e dar boa vida a líderes políticos. O documento aponta o uso de “laranjas”, empresas fantasmas e notas frias na lavagem do dinheiro desviado.

Delatores e testemunhas são ex-dirigentes e ex-correligionários do próprio Pros.

O líder do esquema, que desviou 5 milhões de reais, segundo a investigação, é Eurípedes Júnior.

Já em 2014, vendeu por 7 milhões de reais o tempo de rádio e televisão da sigla para a campanha de reeleição da então presidente Dilma Rousseff.

Ainda no mesmo ano, negociou o apoio a outras quatro campanhas estaduais. A denúncia está na delação premiada do ex-diretor da Odebrecht Alexandrino Alencar, investigado pela Lava Jato.

Coube à empreiteira pagar a fatura da negociata, como tantas outras na era petista. Um ex-tesoureiro e um ex-presidente de honra da do Pros confirmaram o que disse o delator. Um deles contou ainda que Eurípedes usou dinheiro do fundo partidário para fazer turismo de alto padrão com parentes, em 2014 e 2015.

Entre outros destinos visitados, estavam países da Europa, além de China, Estados Unidos e Bahamas. No mesmo período, e ainda com o dinheiro público recebido pelo partido, comprou cinco imóveis, um deles de 4,5 milhões de reais, no Lago Sul, o bairro mais nobre de Brasília, onde funciona a sede nacional do Pros.

Ele ainda adquiriu a casa vizinha, para uso particular, por 2,2 milhões.
O talento de Eurípedes para os negócios é inversamente proporcional ao seu desempenho eleitoral.

Tentamos obter contato com os citados porém não obtivemos êxito.

PS. Diretório Nacional do PROS confirma Eurípedes Gomes de Macedo Junior continua presidente.

VEJA no LINK ABAIXO :



Fonte : Catanduvas em Foco

Nenhum comentário:

Postar um comentário