sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Dona de casa morta na área rural pode ter sido vítima de violência sexual

Na casa muitas marcas de sangue e vestígios de uma possível luta corporal entre o assassino e a mulher vítima de homicídio na manhã desta sexta-feira (14) em uma residência às margens da BR 277, na Vila Cajati, área rural de Cascavel.

Há suspeita de que a mulher foi vítima de tentativa de estupro, segundo o que chegou até a equipe da Polícia Militar, no entanto essa não é a única linha de investigação da Delegacia de Homicídios.

O suspeito do crime, segundo testemunhas que viram a movimentação estranha na casa, fugiu sentido a rodovia BR 277, atravessou a pista e correu sentido a área de mata nativa. A arma do crime, possivelmente uma faca, não foi encontrada na casa.

A Polícia Militar informou que a casa tinha muitas manchas de sangue em vários pontos, mas não foi possível afirmar se o suspeito do homicídio também saiu ferido. Buscas são realizadas pela região, mas até o momento o criminoso não foi encontrado. Denúncias podem ser repassadas pelo 190 ou 197 de forma anônima e gratuita.

O corpo da mulher foi encaminhado ao IML (Instituto Médico-Legal) e passará por exames que devem atestar ou não se ela chegou a ser estuprada pelo homem.

O bebê de 10 meses filho da vítima recebeu atendimento médico no local e foi encaminhada à UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) do Jardim Veneza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário