Guarapuava 200 Anos

sábado, 11 de janeiro de 2020

TJ suspende contrato e barra processo de privatização da Copel Telecom

O Tribunal de Justiça (TJ) do Paraná determinou a suspensão do contrato entre a Copel (Companhia Paranaense de Energia) e o Banco Rothschild & Co Brasil Ltda assinado em julho do ano passado. 

O banco foi chamado para prestar assessoria financeira ao processo de privatização da Copel Telecom, uma das subsidiárias da Copel. A decisão é do desembargador Luiz Taro Oyama e atende a um agravo de instrumento (tipo de recurso) no âmbito de uma ação popular encabeçada pelo presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná (Senge-PR), Carlos Roberto Bittencourt

Ao conceder a liminar, o desembargador concordou com argumentos dos autores da ação popular, que contestam a forma como o Banco Rothschild assumiu o trabalho, por meio de uma contratação direta. Para o Senge-PR, a companhia de energia deveria ter realizado um procedimento licitatório.

Nenhum comentário:

Postar um comentário