segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Deputado novato descobre que reforma de Ratinho iria aumentar gastos em R$ 10 mi: “Esse é o meu papel”

O deputado de primeiro mandato, Soldado Fruet (Pros) contratou, com verba de gabinete, uma empresa para comparar a reforma administrativa proposta pelo governador Ratinho Júnior (PSD) com os gastos atuais. Recebeu o resultado e teve uma surpresa. Pelo levantamento, realizado apenas cruzando informações de cargos em comissão e funções gratificadas, a reforma administrativa da forma como foi proposta aumentaria em mais de R$ 10 milhões por ano os gastos com salários de servidores.

Como este aumento de gastos é exatamente o oposto do que foi alardeado por Ratinho, durante a campanha eleitoral, de que iria economizar dinheiro público, o governo informou que houve um erro e pediu a retirada do projeto da tramitação na Assembleia, com a promessa de que enviará um substitutivo geral nos próximos dias.

Muita gente ficou falando que sou da oposição e por isso fiz o estudo, mas não é nada disso. Essa é minha função como deputado: defender os interesses do povo. tenho verba de gabinete para buscar informações sobre todos os projetos e foi o que fiz. Contratei uma empresa especializada que mostrou esta diferença. Não sou governo e nem oposição, sou do povo, independente, e é assim que tem que ser”, disse Fruet à Banda B .

As diferenças

O estudo, entregue ao líder do governo na Assembleia, deputado Hussein Bakri (PSD), apontou, entre outras coisas, que, ao mesmo tempo em que o governo anunciava uma redução de 21 para 15 secretarias, ampliava os cargos AE1 (R$ 23,6 mil), que possuem salários iguais aos de secretários de estado, de oito para nove.

Nenhum comentário:

Postar um comentário