sábado, 31 de março de 2018

Preso que trabalhava de jardineiro em batalhão da polícia é pego com objetos furtados e drogas

Um preso de 28 anos que trabalhava como jardineiro no 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM) em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, foi autuado em flagrante, na quinta-feira (29), por tráfico de drogas e furto qualificado.

Ele cumpria pena em regime semiaberto na Penitenciária Estadual de Ponta Grossa (PEPG) e, segundo a Polícia Militar (PM) foi flagrado com drogas e objetos furtados.

De acordo com a direção da penitenciária, esse é um dos convênios com entidades públicas que permitem que presos do regime semiaberto tenham a pena reduzida a partir do trabalho feito. A cada três dias trabalhados, o preso tem um dia reduzido na pena de reclusão.

Ainda segundo a PEPG, esse detento sempre apresentou bom comportamento e, por isso, era mantido no local. Todos os dias, trabalhava no batalhão e, à noite, voltava para a PEPG.

Porém, na quinta-feira, o policial que costuma acompanhar o trabalho dos presidiários notou que ele desviou dos locais onde deveria atuar e foi até o pátio de carros apreendidos pela polícia.

Foi, então, que o preso foi pego com celulares, óculos, pen drives, um aparelho de som, um simulacro de arma de fogo, além de crack e maconha.

De acordo com a penitenciária, ele cumpria pena em regime fechado o Cadeia Pública de Ponta Grossa Hildebrando de Souza por tráfico de drogas de 2014 a 2017.

Diante do bom comportamento, no final de 2017, teve a progressão de pena e o trabalho no batalhão autorizado judicialmente. Ele trabalhava no batalhão havia três meses.

Depois de ser autuado em flagrante pelos dois crimes, o detento deve passar por audiência de custódia na tarde desta sexta-feira (30).

Nenhum comentário:

Postar um comentário