sexta-feira, 30 de março de 2018

Colheita e venda de pinhão estão liberadas a partir de 1º de abril no Paraná

A colheita e venda de pinhão no Paraná são liberadas a partir de domingo (1º). Segundo o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), antes disso, qualquer atividade envolvendo a semente está proibida, incluindo o transporte e o armazenamento.

As normas e instruções referentes ao pinhão estão estabelecidas na portaria do IAP nº 046/2015.

Além da data para início da colheita, a regulamentação também proíbe, em qualquer data, o consumo e venda das sementes verdes, quando o pinhão apresenta cor esbranquiçada e alto teor de umidade.

Isso porque, nesse estado, as pinhas podem conter fungos e ser prejudicial à saúde.

O objetivo da portaria do IAP é proteger a reprodução da araucária, árvore símbolo do Paraná e ameaçada de extinção.

“É nessa época que as araucárias começam a amadurecer as pinhas para garantir a perpetuidade da espécie, bem como a alimentação da fauna nativa. Por isso, é importante conciliar a geração de renda proporcionada pela coleta e comercialização do pinhão com a conservação da espécie", explica o diretor de Restauração e Monitoramento Florestal do IAP, Francelo Mognon.

Nenhum comentário:

Postar um comentário