quinta-feira, 18 de junho de 2020

Laranjeiras do Sul - Campanha de vacinação contra a gripe continua até o dia 30 de junho

O surgimento do coronavírus tem ofuscado outras doenças respiratórias que costumam aparecer nesta época do ano. É o caso da gripe, que tem vários subtipos — como Influenza A, Influenza A H1N1, Influenza A H3 e Influenza B — e, ao contrário do vírus que causa a Covid-19, já possui uma vacina. Mas muita gente tem ignorado as campanhas promovidas nas esferas municipal, estadual e federal para que grupos de risco sejam imunizados.

Em Laranjeiras do Sul, a meta mínima de 90% estabelecida pelo Ministério da Saúde ainda não foi alcançada e alguns grupos ainda estão bem abaixo do objetivo. Os idosos atenderam ao chamado e superaram a meta em 5,81%. No entanto, apenas 72.66% das crianças de 6 meses a 5 anos, 82,57% das gestantes e 56,90% das puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) receberam a dose contra a gripe.

A campanha de vacinação estava prevista para encerrar dia 5 de junho, mas foi estendida até o próximo dia 30. A vacina está disponível em todas as unidades de saúde e previne contra três tipos de Influenza.

NÚMEROS EM LARANJEIRAS DO SUL

População: 8.538
Doses aplicadas: 7.487
Cobertura vacinal: 87,69%
Crianças
População: 2.498
Doses aplicadas: 1.815
Cobertura vacinal: 72,66%
Trabalhador da saúde
População: 545
Doses aplicadas: 510
Cobertura vacinal: 93,58%
Gestantes
População: 350
Doses aplicadas: 289
Cobertura vacinal: 82,57%

Puérperas
População: 58
Doses aplicadas: 33
Cobertura vacinal: 56,90%
Indígenas
População: 167
Doses aplicadas: 106
Cobertura vacinal: 6347%
Adultos entre 55 e 59 anos
População: 1.411
Doses aplicadas: 1.021
Cobertura vacinal: 72,36%
Idosos
População: 3.509
Doses aplicadas: 3.713
Cobertura vacinal: 105,81%
Caminhoneiro: 257
Professores: 497

Confira quem poderá se imunizar e como deverá comprovar que faz parte do público-alvo:

- Idosos acima de 60 anos: precisarão apresentar documento
- Profissionais da saúde: deverão apresentar vínculo empregatício por holerite
- Adolescentes de jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas
- Sistema prisional
- Profissionais das forças de segurança e salvamento: apresentar crachá ou holerite
- Crianças de 06 meses a menores de 6 anos de idade: apenas documento
- Gestantes em qualquer fase da gestação
- Puérperas até 45 dias após o parto
- Povos indígenas
- Doentes crônicos (não transmissíveis) e portadores de outras condições clínicas especiais: devem apresentar receita mesmo que desatualizada (até 6 meses) ou pedido médico da vacina
- Deficiente físico
- Caminhoneiros, motoristas e cobradores do transporte coletivo: deverão levar CNH C, D ou E ou apresentar vínculo empregatício
- Professores das redes pública e privada de ensino: precisarão apresentar o holerite
- Adultos de 55 a 59 anos de idade: apresentar RG

Nenhum comentário:

Postar um comentário