sexta-feira, 12 de abril de 2019

Bolsonaro anuncia pagamento de Bolsa Atleta a cortados por Temer

Com a publicação de 3.142 nomes de atletas no Diário Oficial da União desta quinta (11), o governo Jair Bolsonaro (PSL) cumpriu a única meta estabelecida para o esporte nos 100 primeiros dias de gestão e contemplou aqueles que haviam sido cortados do programa Bolsa Atleta nos últimos dias do governo Michel Temer (MDB).

Na ocasião, 3.058 atletas entraram na lista de beneficiados pelo pagamento de bolsas. Com a redução de orçamento do programa de R$ 79,3 milhões para R$ 53,6 milhões, mais da metade dos esportistas que se encaixavam na lista de parâmetros para receber o recurso tinha ficado de fora.

O critério adotado na época foi interromper a lista quando acabasse o dinheiro. Dessa forma, acabaram priorizadas as categorias olímpica/paraolímpica e internacional em detrimento da nacional (cortada pela metade), estudantil e base (eliminadas no edital de dezembro).

Nesta quinta, passaram a fazer parte do programa 2.491 atletas da categoria nacional, 381 da estudantil e 257 da base.
Segundo a Secretaria Especial do Esporte, vinculada ao Ministério da Cidadania, o Bolsa Atleta terá reforço de R$ 70 milhões no seu orçamento. Procurada pela reportagem, a secretaria não detalhou de onde sairá esse recurso, mas informou que se trata de um remanejamento interno da pasta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário