terça-feira, 12 de março de 2019

Polícia caça 8 criminosos especializados no golpe da falsa venda de imóveis no Paraná

Polícia Civil do Paraná cumpre nesta terça-feira (12) oito mandados de prisão contra integrantes de duas quadrilhas distintas, ambas suspeitas de aplicar o golpe da falsa venda de imóveis no Litoral do Paraná. Os suspeitos utilizavam documentos falsos para ludibriar as vítimas e consumar as vendas fraudulentas. A operação das quadrilhas era independente, mas o modo de ação parecido. As prisões serão feitas em Mandirituba, Colombo, Curitiba e no Litoral do Paraná.

A primeira quadrilha seria comandada por uma transexual, identificada pelo nome social Luisa Zaza Fernandes da Conceição, de 48 anos, da qual também fazia parte, seu companheiro Sérgio José dos Santos, 48 anos; Geraldo Magela Esmério, 29 anos; Edson Lopes dos Santos, 83 anos; e Silvana Natel Glaser, 52 anos.

A segunda quadrilha não possui ligações com o grupo anterior e era composta por Marco Antônio Aparecido da Silva, conhecido como “Marquinhos do Albatroz”, de 42 anos, Kely Tania Bezerra Ramos, 27 anos, e Talita Aparecida de Bona da Silva, 35 anos. Eles são suspeitos de vender terrenos e até uma fazenda utilizando documentos falsos em Matinhos, Litoral do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário