sábado, 1 de dezembro de 2018

Justiça determina retirada de tornozeleira eletrônica de prefeito afastado de Rolândia

A Justiça determinou que o prefeito afastado de Rolândia, no norte do Paraná, Luiz Francisconi Neto (PSDB), deixe de ser monitorado por tornozeleira eletrônica. A decisão é de quinta-feira (29).

Francisconi foi denunciado, junto com outras 18 pessoas, por ser suspeito de fazer parte de um esquema de fraudes em contratos de empresas com o município e pagamentos de propina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário