quarta-feira, 10 de julho de 2019

Paraná ganha equipe para transplante pediátrico de fígado e rim

Referência nacional em transplantes, o Paraná acaba de ganhar mais uma equipe credenciada para transplantes infantis. O Hospital Angelina Caron tem agora médicos credenciados para o transplante pediátrico de fígado e rim, que pode ser realizado em crianças de quatro meses a 16 anos de idade. Ele se une a outros estabelecimentos do estado, como o Hospital Pequeno Príncipe e o Hospital das Clínicas, que também são credenciados para transplantes infantis.

Segundo o cirurgião Matheus Takahashi Garcia, que integra o serviço de transplantes do Angelina Caron, há uma demanda reprimida pelo procedimento no Paraná.

O Paraná é o primeiro estado do país em doação e transplante de órgãos. Só no ano passado, foram realizados aproximadamente mil procedimentos no estado. Desse total, cerca de 40 foram em crianças. Para Takahashi, ainda há espaço para esse número aumentar. Atualmente, há 28 pacientes pediátricos na fila do transplante no Paraná, a maior parte deles, de rim.

Segundo a enfermeira Luana Heberle, da Central de Transplantes do Estado do Paraná, a fila é um bom sinal: mostra que o serviço de busca e atendimento dos pacientes está funcionando, e ajuda a regular a oferta dos transplantes e, principalmente, a doação de órgãos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário