domingo, 12 de maio de 2019

PCH deve ACABAR com boa parte da BELEZA NATURAL do RIO CHOPIM

A Copel iniciou a instalação de uma linha de transmissão de energia que vai conectar as subestações Curitiba Leste e Blumenau (SC). A nova rede terá 144 km de extensão e vai operar em 525 kV - tensão extra-alta, que permite o transporte da eletricidade por longas distâncias. Esse projeto integra o pacote de obras do Lote E, arrematado pela Copel no leilão Aneel 005/2015.

“Vamos investir R$ 192 milhões nesse empreendimento, que é um dos principais projetos do plano de expansão da Companhia para os próximos anos e deve ser concluído até março de 2021”, destaca o presidente da Copel, Daniel Pimentel Slaviero. Quanto entrar em operação, essa linha vai gerar uma receita anual para a empresa superior a R$ 30 milhões.
As obras da linha iniciaram em São José dos Pinhais, no Paraná, no trecho mais próximo à subestação Curitiba Leste e, gradativamente, devem avançar em direção a Santa Catarina, que terá canteiros de obras mobilizados nos municípios de Corupá e Campo Alegre.

Nesta primeira etapa, as equipes trabalham na preparação das fundações para as torres. Ao todo, o projeto prevê a montagem de 278 estruturas metálicas para sustentação de 1.728 km de cabos elétricos. A implantação desse projeto deve gerar cerca de 250 empregos diretos.

Segundo o diretor de Geração e Transmissão da Copel, Moacir Carlos Bertol, essa obra vai tornar o Sistema Interligado Nacional (SIN) mais robusto e confiável: “O Paraná poderá receber mais energia do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina através dessa linha, para consumo interno ou para exportar ao Sudeste. Por outro lado, a região leste de Santa Catarina passará a contar com um reforço importante, já que, atualmente, não tem condição de suportar um aumento significativo de demanda e é muito dependente da operação da Usina Termelétrica Jorge Lacerda”, explica Bertol.

PCH BELA VISTA 

 A Copel recebeu do Instituto Ambiental do Paraná a licença de instalação para a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Bela Vista, que será construída no rio Chopim, entre os municípios de Verê e São João. “Vamos iniciar mais este grande projeto na região Sudoeste do Estado, com investimentos que devem chegar a R$ 200 milhões e beneficiar toda a região”, diz o presidente Daniel Pimentel Slaviero. “Além de ampliar a oferta de energia, as obras vão gerar mais de 300 empregos diretos e movimentar a economia local”, completa.

A construção da PCH deve começar no mês de junho e durar dois anos. O canteiro de obras será instalado na margem esquerda do rio Chopim, próximo à comunidade Kennedy, em Verê. Quando estiver pronta, a PCH Bela Vista terá potência instalada de 29 megawatts (MW) e vai produzir energia para até cem mil pessoas. A usina será conectada à subestação Dois Vizinhos através de uma linha de transmissão em 138 mil Volts (kV), com 18 km de extensão, que também será construída pela Copel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário