quinta-feira, 16 de maio de 2019

Cacique de Guaíra é investigado por supostamente usar identidade falsa

         
Nós mostramos parte de um dossiê que aponta um esquema em que funcionários da Funai podem ter expedido documentações irregulares para índios que são suspeitos de serem paraguaios. Na denúncia o prefeito de Guaíra mostra um vídeo, nele aparecem índios que segundo o dossiê seriam paraguaios que teriam vindo para o Brasil para participar de invasões de terras, um deles seria o cacique Arnaldo Dias que teria sido declarado índio pela Funai com data de nascimento em 25 de janeiro de 1970.

No vídeo o cacique aparece inúmeras vezes promovendo manifestações em Guaíra e Terra Roxa para exigir demarcações de terras indígenas, em uma abordagem da polícia de fronteira de Guaira em 14 de março deste ano teria sido constatado que ele seria paraguaio. Que teria problemas com a justiça do país vizinho e que a data de nascimento dele seria sim 25 de janeiro, só que de 1979. O documento emitido pela Funai teria deixado ele 9 anos mais velho no Brasil. O nome ainda segundo a denúncia também não seria Arnaldo Dias mas sim Rolando Dias Yegros, filho de Damiam Dias e Suzana Yegros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário