quarta-feira, 17 de abril de 2019

Governo anuncia linha de crédito de R$ 500 mi para caminhoneiros através do BNDES

Para conter ameaças de greve de caminhoneiros diante da alta do preço do diesel, o governo de Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (16) uma linha de crédito de R$ 500 milhões para a categoria. O valor será disponibilizado para profissionais da área de transporte rodoviário pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

"Já tínhamos sinalizado isso para os caminhoneiros autônomos. Está restrito para os que têm até dois caminhões no mesmo CPF", afirmou o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

De acordo com o ministro, o crédito servirá para que os profissionais possam comprar pneus e realizar a manutenção de seus veículos. Cada caminhoneiro terá acesso a um financiamento de até R$ 30 mil.

O anúncio ocorre um dia depois do encontro no Palácio do Planalto que reuniu seis ministros para anunciar medidas que melhorem a vida dos caminhoneiros sem que o Poder Executivo tenha de fazer intervenções no preço do diesel.

A medida está entre as iniciativas que foram discutidas em reunião realizada na segunda (15) e concluídas na manhã desta terça, no Palácio do Planalto.

A reunião realizada nesta segunda (15) durou cerca de quatro horas e seis ministros discutiram soluções para a demanda da categoria. Participaram Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), Paulo Guedes (Economia), Bento Albuquerque (Minas e Energia), Santos Cruz (Governo) e Floriano Peixoto (Secretaria Geral).

Nenhum comentário:

Postar um comentário