sexta-feira, 26 de abril de 2019

Deputados Paranaenses terão esquema especial segurança dia 29 de abril

O gabinete militar, responsável pela segurança da Assembleia Legislativa, recomendou nesta quinta-feira (25) que os deputados adotem medidas de segurança para acessar as dependências do Legislativo na próxima segunda-feira (29), quando servidores devem promover um protesto pedindo reajuste nos salários da categoria que estão congelados há três anos. 

No documento, assinado pelo Major Robson Luiz Selleti, o gabinete sugere que os parlamentares entrem na Assembleia pelo portão do Tribunal de Justiça (TJ-PR). “Sugestionando aos senhores Parlamentares que caso prefiram, acessem pelo Tribunal de Justiça do Paraná cuja entrada estará liberada para as autoridades”, diz o circular.

O temor dos deputados é que o protesto repita o ocorrido em 2015, quando, em março daquele ano, milhares de servidores ocuparam as instalações da Assembleia em protesto contra mudanças na previdência. No mesmo ano, em 29 de abril, ocorreu uma ação da Polícia Militar (PM) por determinação do então secretário de Segurança Fernando Francishini, hoje deputado estadual, em que mais de 200 pessoas ficaram feridas. 

A ação, a pedido do presidente da Assembleia Ademar Traiano (PSDB) na época, mobilizou 1,2 mil policiais para impedir nova ocupação, já que o governo Beto Richa (PSDB) exigia que o projeto fosse aprovado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário